|

Ilhas ecológicas


Desde 2013, a ARM apostou em disponibilizar aos seus clientes as Ilhas Ecológicas, equipamentos inovadores na Madeira destinados à recolha de resíduos sólidos urbanos (indiferenciados) e de embalagens (papel/cartão, vidro, plástico e metal). 

A ARM já implementou 13 ilhas ecológicas nos municípios aderentes, nomeadamente 4 em Câmara de Lobos, 2 em Machico, 3 no Porto Santo, 2 na Ribeira Brava e 2 em Santana, que representaram um investimento global de cerca de 600.00,00 euros, cofinanciados ao abrigo do POSEUR.

A Ilha Ecológica trata-se de uma solução subterrânea para a deposição de resíduos em centros urbanos, composta por contentores para deposição e recolha de embalagens de plástico e metal, papel/cartão, vidro e resíduos indiferenciados, devendo cada resíduo ser colocado no respetivo marco que se encontra devidamente identificado.

Como principais vantagens, relativamente aos contentores tradicionais, esta solução apresenta uma redução na emissão de odores, tem menor impacto visual e uma menor ocupação da via pública, contribuindo para a requalificação do espaço envolvente.

Cada Ilha Ecológica é composta, normalmente, por duas divisões subterrâneas, para acomodação de 3 contentores de 1100 litros cada uma, e uma plataforma elevatória. Os marcos assentam no exterior da superfície superior da plataforma elevatória, existindo 3 marcos por cada plataforma (3 indiferenciados e 3 seletivos por cada um dos quatro municípios).

O marco escolhido para as Ilhas Ecológicas, em aço inoxidável, caracteriza-se por linhas clássicas e depuradas, de modo a causar o menor impacto visual possível. Foi também projetado para não causar qualquer tipo de restrição a utilizadores com capacidades motoras reduzidas. A sinalética utilizada em cada marco utiliza ainda o sistema ColourADD®, destinado a ajudar os daltónicos.